2 citações que vão mudar a sua forma de viver


Mudar a forma de viver

 

No filme, Gattaca, um jovem, Vincent, nasceu com todas as formas inimagináveis de desvantagens. Simplesmente não faz parte do seu “destino” ter a vida que quer.

Mas ele não aceita esse destino. Em vez disso, ele faz de tudo, mesmo arriscar a própria vida, para ter a vida que no fundo deseja.

Uma das cenas do filme é particularmente comovente (em espanhol). Vincent e o seu irmão geneticamente  e mentalmente superior, Anton, nadam para dentro do oceano afastando-se da costa o mais que podem. O primeiro a voltar para trás e regressar à costa perde. Portanto, têm de ter em mente que precisam de energia para nadar de regresso.

Em toda as suas vidas, Vincent e Anton sempre tiveram esta competição. Todas as vezes, Vincent foi o primeiro a voltar para trás e nada de volta à costa. No entanto, no fim do filme, Vincent mudou. Por uma última vez, os irmãos entraram na água e começaram a nada.

A um certo ponto, Anton grita para o irmão, “Vincent! Vincent! Vincent! Onde está a costa? Estamos demasiado longe.”

“Queres desistir?” pergunta Vincent.

“Estamos muito longe!” responde a gritar o Anton.

“Queres desistir?” volta a perguntar Vincent.

Anton faz uma pausa e considerando a sua segurança, grita orgulhosamente “Não!”

Continuam assim a nadar, cada vez para mais longe.

Até que Anton pára e chama, “Vincent! Como é que estás a fazer isto? Vincent, como é que és capaz de fazer isto? Temos que voltar para trás.”

“Não, é demasiado tarde para isso. Estamos mais perto do outro lado,” responde o Vincent.

“Qual outro lado? Queres afogar-nos aos dois?” diz Anton em fustração.

“Queres saber como o fiz? Foi assim que o fiz, Anton: Não guardei nada para nadar de volta,” disse resolvido o Vincent.

Aterrorizado, Anton dá meia volta e em desespero começa a nadar de volta para a Costa. Mas a um certo ponto, Anton começa a afundar-se e o Vincent salva-o e puxa-o de volta para a costa, nadando de costas a olhar para o céu.

Qual foi a última vez que quis tanto algo que era capaz de morrer por isso? De modo semelhante, qual foi a última vez que teve vontade de viver por algo?

 

O Poder do Desejo

Um jovem uma vez aproximou-se de Sócrates e perguntou ao filósofo como poderia adquirir sabedoria e conhecimento

“Segue-me”, disse-lhe Sócrates como resposta, guiando o jovem para o mar. O jovem seguiu-o enquanto Sócrates começou a entrar na água, primeiro um tornozelo, depois os joelhos, as ancas e finalmente até aos ombros.

Depois, subitamente, Sócrates agarrou o jovem e afundou-o na água. O jovem lutou desesperadamente e um pouco antes de se afogar, Sócrates puxou-o para fora de água.

Irritado, o jovem gritou com Sócrates, “O que estás a fazer?! Estás a tentar matar-me?

Calmamente, Sócrates respondeu-lhe, “Claro que não. Se fosse essa a minha intenção, não te teria puxado para cima.

Então porque fizeste isto?” disse-lhe o jovem ainda engasgado.

Quando quiseres sabedoria e conhecimento, tanto como desejas respirar um pouco de ar, então irás obter o que desejas“, respondeu-lhe Sócrates olhando o jovem nos olhos. Depois, voltou-se para a costa e foi-se embora.

O desejo é o ponto de partida para qualquer conquista, não uma esperança, mas um desejo palpitante que transcende tudo.” – Napoleon Hill

Se pretende algo, irá consegui-lo. No entanto, se não deseja algo, até as melhores estratégias não irão servir de nada.

Infelizmente, a maior parte das pessoas procuram incorrectamente estratégias de como ter sucesso ou qualquer outra coisa. Mas deste modo estão a colocar a carroça à frente dos bois.

A estratégia correcta irá aparecer quando visualizar com clareza o que realmente quer. Então, como é que sabe o que quer?

A grande maioria das pessoas espera por uma epifania. Aguardam por alguém ou por alguma coisa exterior que os chocalhe ou agite. Ou, apenas pretendem uma solução rápida. Consequentemente, focam-se numa estratégia e não na visão e nos valores.

Se aguarda alguma coisa para “o(a) acordar” para que finalmente tenha a paixão, motivação, ou desejo de colocar toda a sua alma na vida, vai aguardar muito tempo.

Em vez de esperar, a sua melhor opção de viver em pleno é pro-activamente fazer algo por si mesmo(a).

Quando é que foi a última vez que fez algum exercício onde literalmente colocou todo o seu esforço nesse exercício?

Quando é que foi a última vez que realmente tentou algo, repito REALMENTE tentou algo, para atingir os seus objectivos?

Se é como a maioria das pessoas, provavelmente colocou metade do seu pensamento e metade do seu esforço no que está a tentar fazer.

Paul Arden, o famoso artista e autor, uma vez disse, “Não procure pela próxima oportunidade. A que tem em mãos é a oportunidade.” Ele também disse, “Demasiadas pessoas passam muito tempo a tentar aperfeiçoar alguma coisa antes de a fazerem. Em vez de esperar pela perfeição, comece com o que tiver, e depois faça correcções durante o caminho.

É interessante, que as pesquisas em psicologia nos últimos anos tiveram uma mudança. Foi assumido durante décadas que as nossas mentes podiam alterar o nosso estado físico, mas não o contrário. No entanto, as pesquisas mostram agora que o seu corpo, até a sua postura, influência directamente a sua mente e emoções.

É verdade que as suas mudanças são de dentro para fora, mas também mudam de fora para dentro. E pode usar esta condição para o seu benefício.

Se quer mais motivação, faça alguma coisa para isso.

Coloque o seu coração em algo. Não “na próxima coisa”, mas a que está agora à frente de si.

Não é o treino de amanhã, mas sim no treino de hoje.

Não é o trabalho de amanhã, é o trabalho de hoje.

Não é nas pessoas que vai encontrar amanhã, mas nas pessoas que estão na sua vida hoje.

Como Thomas Monson disse, “Não existe amanhã para recordar se não fizermos algo hoje.

Nada sabe melhor do que tentarmos o nosso melhor. Nada.

No seu livro, The Power of Starting Something Stupid, Richie Norton começa por contar a história da morte do seu filho. A dolorosa realidade da fragilidade da vida chocou o Richie Norton.

Ele prometeu nunca mais desperdiçar outro dia da sua curta vida novamente. O seu mantra passou a ser: TIME – Tempo em Português

T – Today (Hoje)

I – Is (é)

M – My (o meu)

E – Everything (Tudo)

 

Norton no seguimento do seu livro diz, “Não há mais amanhã. Hoje é o dia.

 

O Poder do Agora

A melhor altura para plantar uma árvore foi à 20 anos atrás. A segunda melhor altura é agora.” – Provérbio Chinês

Olhe para a sua vida.

Onde é que está agora comparado com onde podia estar?

No seu livro, The Little Minister, J. M. Barrie diz, “A vida de qualquer homem é um diário no qual ele pretende escrever uma história, mas escreve outra; e a sua hora mais humilde é quando ele compara o volume tal como está com o qual prometeu fazer.

O que devia ter começado a semana passada, o mês passado, ou até o no ano passado?

Onde estaria se tivesse começado na semana passada?

Onde estaria se tivesse começado o mês passado?

Onde estaria se tivesse começado o ano passado?

Onde estaria se tivesse começado à 5 anos atrás?

Estes pensamentos podem ser de alguma forma depressivos, mas esconder-se deles não vai ajudar. A brutal verdade é o que tem de encarar se está sério(a) sobre fazer o seu futuro melhor do que o seu passado.

A sua actual posição na vida é uma reflexão os seus desejos anteriores, planos e escolhas. Se quer um futuro melhor, tem de tomar alguma acção imediata, alterações profundas e escolhas neste momento.

Agora é a hora.

Nunca será conveniente ser e viver como sabe que deveria. Se fosse conveniente, todos estariam a viver num nível muito superior. Não existiriam conflitos internos. Em vez disso, a maioria das pessoas continuam a aguardar por alguém ou algo externo para os acordarem ou escolherem.

Isso não vai acontecer para essas pessoas.

Se quer alguma coisa da vida, tem de querer tanto como quer ar. E tem de começar HOJE.

 

Conclusão

Estamos certos que EXISTE TANTO na sua vida neste momento por que vale a pena viver. Existem pessoas neste momento na sua vida que as considera um dado adquirido. Tem uma infinidade de potencial escondido consigo mesmo, mas que está adormecido.

Não existe a próxima oportunidade, apenas a que está à sua frente.

Quando é que vai começar a viver?

Nada pode pará-lo(a) quando decidir o que quer. Mas tem de tomar uma decisão.

 

 

Artigo original por Benjamin Hardy

Se precisa de apoio especializado em Coaching ou Psicologia, contacte a Clínica Corpo e Mente.

Leave a comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *