Violência Psicológica: Sofre alguns destes sintomas na sua vida? 1



Violência Psicológica, um abuso silencioso e cruel na nossa sociedade

A sua relação sofre de violência psicológica? Sente que o seu companheiro(a) abusa das suas emoções? Muitas vezes é difícil quem está na relação aperceber-se que está a sofrer violência psicológica mas este abuso revela-se muitas vezes com doenças e depressões aparentemente sem causa provável.

Esta violência pode-lhe trazer traumas para toda a sua vida, portanto é importante verificar os sinais e tomar as atitudes para parar com esta agressão silenciosa, de modo a que a sua relação não lhe seja prejudicial, ou comece a tornar-se também violenta fisicamente.

Violência Psicológica nas Relações

 

Embora a violência doméstica não se revele com marcas físicas, diversos estudos demonstram que quem é maltratado desta forma fica severamente afetado da forma como se vê a si mesmo, perdendo confiança, vontade própria e amor próprio.

Se se sente diminuído(a) ou humilhado(a) com certas ações, palavras ou atitudes dirigidas a si, significa que de algum modo querem controla-lo(a), que se sinta confuso(a), com medo e diminuído(a).

Embora as crianças sejam largamente atingídas por este tipo de violência, o que queremos aqui referir é que estas situações são bastante usuais nos adultos, em qualquer tipo de relação e as estatísticas mostram ainda que estes casos acontecem com uma taxa semelhante em homens e mulheres.

Sinais em como poderá estar a ser emocionalmente vítima de violência psicológica

  • É regulamente humilhado(a) em frente de outras pessoas;
  • As suas ações são criticadas como sendo tudo menos perfeitas e sente que parece que não consegue fazer nada bem feito;
  • Fazem piadas inapropriadas e até ofensivas usando-o(a) como foco nessas piadas;
  • Tudo o que faz tende a ser controlado pela outra pessoa;
  • Constantemente é-lhe lembrado as suas falhas;
  • Os seus sentimentos são menosprezados e ainda é criticado(a) por ser demasiado sensível;
  • O olhar da outra pessoa constantemente aprova ou desaprova as suas ações, fazendo com que se sinta desconfortável;
  • Existe poucas demonstrações de afeto ou até mesmo recusarem-lhe ter sexo para o(a) castigar;
  • Os seus sonhos e objetivos de vida, pouco ou nenhum significado têm;
  • Os seus segredos ou algo da sua vida privada é exposto e contado a outras pessoas sem seu consentimento;
  • Regra geral julgam-lhe como incapaz de tomar as decisões da sua própria vida;
  • As culpas pelos problemas ou má disposição do seu companheiro(a) ou amigo(a) recai sobre si;
  • Normalmente não se sabem rir deles próprios e ficam extremamente irritados se alguém troça deles;
  • Fazem-no(a) sentir que está errado(a) se espera pelos seus amigos(as) ou se faz alguma coisa sem eles(as);
  • Dizem-lhe ou demonstram que não é pessoa suficientemente à altura da relação e que ainda se deve sentir agradecido(a) por estar presente nessa mesma relação;
  • Por norma essa pessoa está sempre certa e você sempre errado(a);
  • Dão-lhe constantemente subtis sugestões do que deve ou não fazer;
  • O seu companheiro(a) controla todos os assuntos relacionados com finanças, de modo a poder controlar as suas ações e onde gasta o dinheiro;
  • Quando não estão juntos recebe chamadas ou mensagens dessa pessoa de forma a saber onde está e com quem está;
  • É levado(a) a provar o seu amor por essas pessoas, visto que lhe é dito muitas vezes que já não o(a) ama.
  • Quando demonstra que quer fazer algo invariavelmente recebe uma atitude de desprezo ou lhe é dada uma má desculpa;

Conflitos nas Relações

 

Se não pode ou não se sentir autêntico(a), se não pode ser você próprio(a) ou sente mesmo medo do seu companheiro(a) e uma parte dos pontos mencionados nesta lista é reconhecido por si, pense seriamente em avaliar se está a ser vítima de violência psicológica na sua relação.

As consequências são normalmente muito prejudiciais e vão sempre influenciar a sua saúde, o seu estado de espírito e o seu bem estar como pessoa. Poderão influenciar também a sua relação com outras pessoas ou a forma de encarar outra relação futura que possa acontecer.

As pessoas que abusam de si emocionalmente são manipuladoras, têm de ter controle e poder sobre as suas emoções e ações. Irão sempre arranjar formas, umas mais subtis, outras mais violentas de continuar a exercer esse poder. A culpa não é sua, mas passará a ser sua se reconhecer o problema e não tomar as atitudes certas para que não aconteça.

Se reconhece esta situação e está desconfortável com a mesma, não deixe de se ajudar a si mesmo. Procure um profissional que o(a) saberá aconselhar dos passos a dar para não permitir que continue a acontecer, mas acima de tudo para preservar a sua saúde. Enfrentar a situação da melhor maneira possível, saber reconhecer que é vítima e que está a sofrer abusos é o primeiro passo para o seu bem estar.

A sua vida, o seu bem estar e saúde está nas suas mãos. Não viva uma vida inferiorizado(a), liberte-se e seja feliz!

Abusos nas relações

 

Fale connosco e resolva os seus problemas.


Leave a comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

One thought on “Violência Psicológica: Sofre alguns destes sintomas na sua vida?

  • Daniel Ramos

    Acho que estou passando por isso em meu casamento. Mas como fazer ela perceber que está fazendo isso com nossa relação? Se ela é a dona da verdade e da razão!!! E se eu mostrar essa matéria ela não vai nem ler e ainda vai dizer. – Tenho mais oque fazer doque ler suas bobagens!